sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Oficial da Brigada Militar do RS condenado por agressão a subalterno


Capitão da Brigada Militar é condenado por agredir uma sargento

Nesta semana, a 1ª Auditoria da Justiça Militar do Estado condenou por unanimidade o Capitão Demian Riccardi Guimarães, atualmente lotado no Centro de Material Bélico da Brigada Militar. A pena é de 9 meses de reclusão, mas ele terá direito a responder em liberdade se obedecer requisitos da lei, como se apresentar regularmente às autoridades. No entanto, cabe recurso desta decisão em segunda instância.

No ano passado, durante festival hípico no Regimento Bento Gonçalves da Brigada Militar, ele teria constrangido um soldado que não conseguiu vaga no interior do quartel para sua mulher estacionar o carro. O soldado pediu auxílio, através do rádio, para uma sargento, que compareceu no local. Segundo testemunhas, o oficial teria gritado com ela e ainda acabou dando-lhe voz de prisão. A sargento teria dito que não se submeteria a esta ordem, o que teria levado o capitão a entrar em luta corporal com a mulher. A sargento ingressou com representação no comando alegando agressão e lesões.

O Conselho Especial de Justiça, formado pela Juíza Karina Dib Kruel do Nascimento e quatro oficais, condenou por unanimidadade o réu pelos crimes previstos nos artigos 299 (desacato a militar) e 209 (lesão corporal) do Código Penal Militar. O Blog Caso de Polícia tenta contato com o capitão Demian Riccardi há dois dias para saber sua versão e se vai recorrer em segunda instância. No entanto, ainda aguarda resposta depois de fazer contatos com o Centro de Material Bélico, oficial superior ao capitão e também com a Comunicação da Brigada Militar.


Fonte: Jornal Zero Hora/RS

http://wp.clicrbs.com.br/casodepolicia/2010/11/12/capitao-da-brigada-militar-e-condenado-por-agredindo-uma-sargento/?topo=13,1,1,,,e171

Nenhum comentário:

Postar um comentário