sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Médicos x Serviço Militar Obrigatório


A matéria não é nova, mas todo ano, por volta deste período, o conflito entre Médicos recém-formados e Forças Armadas se acirra ainda mais.
Muitos formandos da área de saúde (Dentistas, Médicos, Farmacêuticos e Veterinários) vem procurando os serviços de advogados para evitar serem constrangidos a ingressar na vida militar literalmente à força.
Para muitos o serviço militar, nesta etapa de vida, constitui uma perda irreparável e um atraso no ingresso no mercado de trabalho.
Para outros um verdadeiro abuso e violência.
De fato, já temos casos de médicos que chegaram a ser presos dentro de suas clínicas e empregos por se recusarem a atender a convocação para o serviço militar.
Para o Exército, a mão de obra dos profissionais de saúde é importante para garantir o atendimento da tropa.
Todavia, também se discute no âmbito das Forças Armadas a má qualidade dos serviços que os médicos forçados ao ingresso na vida militar vêm prestando.
Será que já não está na hora das Forças Armadas se profissionalizarem e aumentarem as vagas para os profissionais de carreira, evitando assim a forma coercitiva como nossos jovens médicos vem sendo empurrados para dentro dos quartéis?
O que se verifica é que, em face do crescente número de demandas judiciais, parece que esse conflito está longe de chegar a um final.

MAURÍCIO MICHAELSEN - Advogado especializado em causas militares.
Contato para consultas e contratação de serviços: contato@michaelsen.adv.br

Vejam a matéria divulgada no VIA LEGAL no site do Tribunal Regional Federal da 4ª Região:

Nenhum comentário:

Postar um comentário